Construindo um Sobrado, Dicas

1 ano e 6 meses de sobrado e o que não deu certo


Quando você sonha com a casa, tudo parece perfeito. Quando você se senta com o arquiteto e engenheiro, tudo é esclarecido para não ter futuras dores de cabeça e discutir os detalhes críticos da obra. Então, você pensa, não vou cometer os mesmos erros dos blogs da Casa da Pri,  do Meu Cafofo Pitoresco e tantos outros blogs como esses que ajudam muito a não errarmos, mas...o fato é: o que tiver que dar errado vai dar errado. Então, vamos aos nossos problemas e como solucionamos.

1. Encanamentos (hidráulica)

Problema: Joelho trincado.
Uma pecinha de R$ 2,50 com defeito. Compramos todo encanamento da Amanco, mas um joelho foi instalado com uma trinca imperceptível que depois de 6 meses, gotinha por gotinha, encharcou a parede do banheiro e…..la vai quebradeira.

Solução:
Quebrar a parede, trocar a peça, aguardar alguns dias e fechar com reboco e com revestimento igual.

Dicas:
– Ainda na construção, NÃO FECHAR imediatamente as instalações hidráulicas com reboco. O ideal é ligar a água e deixar pelo menos 1 semana funcionando antes de fechar com reboco e revestimentos cerâmicos, para poder identificar algum vazamento e resolver rapidamente se for o caso.
– Sempre tenha revestimento sobrando em casa, pois no caso de ter que quebrar alguma parede, você tenha o mesmo para repor.

2. Infiltração na Laje

Problema:
Infiltração no vão da escada. O Pé-Direito da nossa escada tem o vão que não e coberto por telha, é só laje. Na construção foi “garantido” pelo construtor que as três camadas de Celamix seriam suficiente, mas não foi. A laje infiltrou e estragou a pintura para o lado de dentro.

Solução:
Já fizemos um post completo detalhando o problema e a solução. O post completo é esse: Infiltração na Laje.

3. Rodapés Externos

Problema:
Por minha conta e risco, resolvemos não colocar rodapés no lado externo, por achar que esteticamente ficaria legal sem eles. Mas não deu certo e o transtorno foi imenso! Veja nas fotos:

O que aconteceu é que, naturalmente, acontece fissuras no encontro da parede e do piso. Quando chove, a água da chuva vai infiltrando nessas fissuras externas e pelo lado de dentro vai ficando úmido os rodapés e criando mofo, desa forma:

Solução: Instalar os rodapés externos com um bom rejunte. Na parte interna eu mesmo retirei os rodapés (que são de encaixe), sequei, lixei o mofo da parede e repintei com a tinta fosco que permite “emenda”. Ficou tudo novinho 🙂

4. Porta da Frente sem cobertura

Problema:
Nossa porta da frente é diretamente exposta ao clima. No projeto original, a arquiteta planejou uma cobertura de pergolado mas não executamos imediatamente, mas foi um erro :/

É uma porta de Itauba, muito resistente, mas o fato de não estar coberta, sofre muito com o sol e queima o verniz. Quanto a chuva é de frente e muito forte entra um pouco de água por baixo. Não achamos legal ter aberturas sem cobertura como um pergolado ou uma área, por menor que seja.

Solução:
Executar o pergolado do projeto com cobertura de vidro, mas isso trataremos em brebe com um post completíssimo  explicando como fizemos e mostrando como o pergolado ficou depois de pronto 🙂 Mas calma, em breve!

5. Ralos dos banheiros

Problema: Nossos ralos dos banheiros foram assassinados! Para explicar a forma certa da instalação: a parte de cima do ralo precisa encaixar no cano para que a água não ter contato com a laje. Dessa forma:

Nosso pedreiro cortou com faca um pedaço do ralo! Isso mesmo, cortou o ralo porque não alcançava direito no buraco do cano que ele fez grande demais e deixou solto a parte de cima do ralo. Com isso,  parte da água do banho ficava escoando na lage…imagina o transtorno!!!!

Solução:
Chamar uma empresa especializada em instalação hidráulica para refazer dois ralos de dois banheiros. Depois de 3 dias de trabalho + R$ 800,00 reais para concertar dois ralos, tudo ficou perfeito!

6. RESUMO FINAL

Como foi possível observar, nossos problemas sempre foram relacionados com água! Chuva, encanamento, umidade, infiltração…então a dica de ouro é: Converse muito com o arquiteto e, se possível, aumente o orçamento e contrate um serviço hidráulico especializado porque um infiltração pequena ou um encanamento mal executado pode estragar móveis inteiros como um quarto ou uma cozinha toda…então não brinque com água!

Anúncios

6 comentários em “1 ano e 6 meses de sobrado e o que não deu certo”

    1. Olá Rodrigo! Muito legal seu comentário…realmente aprender com as instruções e erros dos vizinhos sempre é muito vantajoso e ajuda economizar paciência e dinheiro! Já visitei teu blog e andei olhando por lá seu projeto…é super legal tuas dicas. Aproveite, é um período árduo mas muito recompensador ver o fruto do teu trabalho se consolidando e aparecendo! Bons negócios, sucesso e felicidades!

      Curtir

  1. Olaaaaaaá, que legal seu blog. Estou começando zero a planejar meu sobrado. por enquanto só o terreno (300m² de esquina, 20×15) para uma familia que por enquanto é só de dois e prentende ser de 3.

    Curtir

    1. Olá Roberto, obrigado pela sua visita e sua consideração! Eu não me arrependo em ter optado por um sobrado…é muito charmoso e as crianças da família adoram a escada. É uma experiência incrível…sucesso e boa jornada!

      Curtir

Pode comentar...queremos saber o que você tem a dizer!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s