Construindo um Sobrado, Destaque

Sobre viver.


Esse é um post diferente.

Não é sobre o que deve funcionar, mas sobre o que aparece despretensiosamente depois de tudo funcionar.

Não é sobre engenharia, não é sobre arquitetura. É sobre a poesia que começa e se move depois da engenharia e arquitetura.

Não é sobre estar sobre um ponto de vista, e sim, sobre qual perspectiva se lança a vista.

Não é sobre tijolo e tinta, é sobre o que a alma pode construir, sobre os que os olhos desejam pintar.

Não é sobre conclusões, resultados…é sobre (in)conclusões, não quer só resultados.

Não é sobre prazos, é sobre histórias.

Não é sobre o sim, certo, não, errado…é sobre o pode ser.

Não é sobre morar, é sobre viver.

É sobre luz, ângulos, poesia, quinas, encontros e desencontros, alma, silêncio, contemplação, subjetivo, sombra, olho, olhar, ver, viver.

Anúncios

Pode comentar...queremos saber o que você tem a dizer!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s